Malandros que andais no truca-truca sem "camisinha"!

Quintarantino - 06.05.2008

Um estudo agora divulgado revela que ¼ dos portugueses nunca usou preservativo na vida!
E 38% dizem não ter qualquer receio de contrair uma infecção ou doença transmitida por via sexual.
Numa época como aquela que vivemos, dir-se-ia que para irresponsabilidade não está mal, não senhor!
No fundo, é mais uma consagração da máxima lusitana que ele há coisas que só acontecem aos outros.

No grupo dos relapsos, digamos assim e segundo o jornal “Público” - 1/4 dos portugueses nunca usou preservativo - encontram-se sobretudo os menos escolarizados, os mais velhos e os solteiros sem relacionamento.
São também os que reportam prática religiosa mais frequente que mais dão a resposta de não utilização ao longo da vida, mas aqui não deve haver problema se a bota bater com a perdigota!

Sim, que é de admitir que os católicos praticantes e fervorosos levem a sua crença a sério e a pratiquem em todas as vertentes da vida, mesmo a sexual.
Mas, confesso, tenho cá as minhas dúvidas.
Os mais velhos, não fora o Viagra e o Cialis, também não constituiriam problema, especialmente a partir daquela idade em que são como os comboios que apitam em todas as estações mas não param em nenhuma, forma eufemista de dizer que a coisa já lá não vai!
Quanto aos que têm baixa escolaridade, nada a dizer. Não que se possa generalizar que sejam todos broncos, mas a maior parte é-o. Aliás, se até há licenciados broncos, porque raio um trolha com a 4ª classe não havia de ser um bronco?

E assim alegremente andam muitos portugueses no truca-truca, como uma vez Natália Correia ironizou no Parlamento (no tempo em que no hemiciclo havia tribunos a sério) em resposta a um deputado democrata cristão, não cuidando de saber que, às tantas, a SIDA também lhes bate à porta!

13 comentarios:

Carol disse...

É preciso ser muito bronco e grunho! Sinceramente...
E a coisa não augura melhorar, uma vez que os mais jovens não têm pejo de dizer que preferem arriscar a usar preservativo...

Marcos Santos disse...

Mas o que vocês querem?

Outro dia estava assistindo a SIC e fiquei pasmo com uma matéria de 5 minutos do Jornal da Noite, em que o assunto era o aniversário do "esfregão". Amigo, sem informação que preste, não há camisinha que agüente.

Eu e Denise chegamos a achar que nossos amigos do Notas estão em outro país, pois o Portugal da TV (principalmente dos Telejornais) é um país de fadas.

quintarantino disse...

MARCOS nem duvides, nem duvides ... entre a realidade do país e a realidade da televisão vai uma diferença que nem as fossas abissais das Marianas!

Compadre Alentejano disse...

Este post faz-me lembrar a anedota em que um compadre alentejano (não eu, claro) vai ao médico, manifestar o seu receio pela Sida. O médico, explicou-lhe o que era e disse-lhe que o método mais correcto para se proteger, era usar a camisinha.
"-Eu, doutor? Se pudesse até a pele lhe tirava...
Um abraço
Compadre Alentejano (não tosco)

António de Almeida disse...

-Será que estes estudos são credíveis? As pessoas respondem mesmo a verdade? Bem, Einstein dizia que apenas conhecia duas coisas infinitas, o Universo e a estupidez Humana, embora não tivesse totalmente a certeza da primeira.

antonio disse...

Precipitação meu caro! leia-se: 1/4 dos portugueses praticam abstinência sexual, por isso nunca usaram preservativo.

Denise disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Denise disse...

Quin
Gostei do truca-truca, aqui já seria rala-rala.
Mas que cabeças duras, hein!!! digo a do cérebro, rsrsr.

Dalaila disse...

uma verdade que por e simplesmente assusta qualquer um, lembro-me uma vez numa entrevista um miúda de 19 anos ter dito, preservativo? não não usei ele tinha boa cara.....!!!!!!!!!!!!

dá quase para dizer quem vê caras não vê.....

Osvaldo Lucas disse...

Questão técnica:
Qual a probabilidade de se contrair serpositividade se tiver uma relação desprotegida com alguém seropositivo ou com SIDA?

Carol disse...

Osvaldo, a SIDA não é a única doença sexualmente transmissível. Independentemente das probabilidades serem altas ou baixas, para quê arriscar?!

Tiago R Cardoso disse...

O verdadeiro macho latino não precisa dessas modernices, nem de preservativo nem de viagra, é tudo ali natural e ao natural.

De seguida relincha e regressa ao estábulo.

Incrível como a estupidez abunda e aumenta em grande escala.

NuNo_R disse...

É como se diz: "Até os animais gostam...".
Mas acrescento, "Com responsabilidade, que isto não anda bom para maluquices..."
;)

abr...prof...