Autarcas, afinal, são remediados!

Quintarantino - 12.05.2008

Afinal, para todos os que clamam contra as manigâncias (alegadas) dos nossos autarcas, soube-se hoje, e a fazer fé no que dizem ao Tribunal Constitucional, a maior parte dos nossos presidentes de Câmara são remediados!

Em 308, e não considerando investimentos empresariais, imóveis e veículos, 11 declaram ser detentores de poupanças superiores a 500 mil euros.

Aquele que surge claramente destacado o presidente da Câmara de Vila Nova de Famalicão. Nesta verdadeira equipa de futebol pontificam ainda os presidentes de Vila do Conde (800 mil euros), Ferreira do Alentejo (530 mil euros), Estarreja (775 mil euros), Tondela (740 mil), Oliveira do Bairro (720 mil), Porto (680 mil), Cantanhede (641 mil), Valongo (597 mil), Figueira da Foz (582 mil) e Póvoa de Varzim (566 mil).
Depois, como suplente de luxo, com quase 500 mil euros, temos o autarca de Oeiras.
Contudo, e se o exame abrangesse os rendimentos declarados em sede de IRS (trabalho dependente e independente, rendimentos comerciais e industriais, agrícolas, de capitais, prediais, mais-valias, pensões e outros), o topo da tabela seria ocupado pelo autarca de Barcelos.

Há quem se tenha insurgido contra esta divulgação alegando devassa de vida privada, que a mesma pode colocar em perigos os autarcas e as suas famílias pois podem ser vítimas de extorsão e raptos, mas penso que tudo isso soçobra ante a transparência e a necessidade de permitir que entre eleitos (supostamente eleitos para zelarem pelo interesse público) e eleitores existam mínimos de confiança e de possibilidade de escrutinar o que se era e o que se é em termos patrimoniais!

A lei prevê claramente mecanismos de protecção para a vida pessoal de cada um, e nessa medida também os autarcas se encontram abrangidos por várias previsões legais, mas a notoriedade que adquirem (quanto mais não seja a nível local), a tal necessidade de transparência e o próprio direito cívico que os eleitores têm devem permitir que assim seja. Mais.
Não penso que decorra qualquer perigo desta divulgação, pois na generalidade das situações as pessoas sabem bem onde moram, onde comem, com quem andam e o que fazem os seus eleitos!

3 comentarios:

Carol disse...

Taditos... Estou cheia de pena deles!

Tiago R Cardoso disse...

Gostei também de saber que a maioria é reformada, em vez de se dedicarem ao lazer e actividades lúdicas, dedicam-se a chatear o cidadão e a levar uns dinheiros para casa.

mas que gente tão poupadinha.

Compadre Alentejano disse...

E, se fazem favor, coloquem na lista as contas em nome dos pais, dos sogros, primos e quejandos dos autarcas. Vão ver que, a partir da data que assumiram o cargo, a família enriqueceu toda...É um ver se te avias...
Têm o exemplo do Isaltino, e os outros? não isaltinam? Ai não...
Um abraço
Compadre Alentejano