Teatro Comédia- "A madeira e a rosa."

Aborrecido, era assim que ele se sentia, tinha de estar ali sentado a receber toda aquela gente, era audiência atrás audiência, não que cansasse muito, mas com tão bom tempo lá fora e ele ali a ouvir queixas e elogios, muitos demasiado falsos para ser verdade.

"Conde D. Jaime José, «O Segundo»", ouviu-se o anúncio ecoou alto no salão.

"Para o meu dia ficar melhor, só cá me faltava este!", pensou ele, olhando pela janela, para o enorme jardim, que era a luz dos seus olhos, todo plantado e desenhado por ele.

"Saudações, que novas me trazeis do reino?" – perguntou meio enfastiado.

"Saudações D. João, vós que sois conhecido como o «Único»", digo-vos que o reino está a passar por momentos difíceis", replicou o visitante.

"Não sabia... Pensava que D. Pinto de Sousa, «O Sábio», tinha o reino em paz."

"Sabei então, que lá nas nossas terras temos grandes confusões" – asseverou o representante enquanto beberricava um golo do vinho que tinha a seu lado. Isto feito, enumerou: "Lutas internas dentro das diferentes casas senhoriais, violência contra os mestres, assassínio de camponeses, insegurança, trocas de acusações entre os senhores feudais, tudo muito confuso."

"Dizei-me, é verdade que D. Pinto de Sousa conspira contra a minha pessoa e que acha que este pequeno condado se quer libertar do reino?"

"Um pouco senhor, mas saiba que tem lá no reino fervorosos apoiantes, entre os quais D. Pacheco, «O A Bruto», que mesmo a tentar conquistar a casa de D. Filipe, «O Ausente», tem sempre um pouco de tempo para defender vossa pessoa."

Sem se deter continuou: "Sabei que ele anda tão zangado com D. Filipe que chegou a dizer que este teria de ser removido nem que fosse preciso pólvora."

"Muito me contais, e vós que achais de mim, vós que representais o reino que não me suporta?"

"Senhor, para mim sois exemplo supremo na vida democrática e do que é um político combativo", garantiu e, vendo o sorriso de D. João, avançou ainda que "o vosso condado é um trabalho notável, é uma conquista extraordinária, é uma obra ímpar e isso deve ser reconhecido. Mas toda esta obra historicamente tem um rosto e um nome e esse nome é o vosso, D. João «O Único», a quem quero prestar uma homenagem, por esta obra e este resultado".

Sem saber o que dizer perante tão grande bajulação, pensou, enquanto mirava novamente para além da janela: "Das duas uma, ou este quer aqui um lugar no condado e umas terras ou então o reino está a brincar comigo e mandou um maluco para me gozar."

19 comentarios:

António de Almeida disse...

-É comédia mesmo, Tiago, e da boa, muito bem elaborado este texto. Ninguém de senso pensará que Jaime Gama se distraiu, ou terá agora descoberto virtudes num velho adversário. Das duas uma, ou estará a preparar terreno para Socrates na Madeira, não hostilizando AJJ, e aproveitando alguns votos para o PS, do descontentamento crescente de AJJ face a LFM, mesmo sacrificando por agora o PS madeira, que de qualquer modo só terá reais chances em 2011, nunca nas próximas autarquicas, ou, e aí escapa-me por completo, existirá alguma questão entre o PS Madeira e o Lgo do Rato. Agora inocente é que Jaime Gama não é, AJJ só poderia aproveitar as palavras, que diabo, iria dizer o quê? e o PS Madeira só poderia demarcar-se, aplaudir estaria fora de questão.

Manuel Rocha disse...

Está muito bem !
:)))

lusitano disse...

Os senhores das ilhas elogiam-se, ou esquecemo-nos que D. Jaime também pertence ao condado do Além Atlântico...

Ou então...alguns do seu séquito da "Pérola do Atlântico" o "chatearam" e ele pagou-lhes assim...

E o D. João deve rir a bom rir...

bluegift disse...

Eheheh, está muito bem apanhado. Ontem como hoje a a história é a mesma, os personagens é que mudam.

Carol disse...

A história repete-se... ;))

Sniqper ® disse...

O mesmo filme, uma nova montagem e o resultado esse fica no silêncio...
Comentar é uma arte, mas condicionada a quem é solitário, os outros, esses que têm família começam a ter que ficar calados, não vá a pesada mão da justiça forte para os fracos e fraca para os fortes lhes tirar o pão da boca!
São cenas passadas, dizem uns, eu direi que são as mesmas cenas, onde as personagens mascaradas de cores e palavras continuam a fazer o que sempre fizeram, punir quem abre a boca.
Para não ficar fora do mote do dia 1 de Abril, a melhor mentira de sempre... Portugal e a sua Democracia!

Um Momento disse...

Parabéns Tiago
Adorei a forma como transportas-te para o presente algo tão igual a tempos outrora passados...
Mudam-se os tempos ...(as personagens)...mas o contexto ...continua o mesmo...
Beijo!

(*)

joshua disse...

Tiago, por quem és?, eu sou um leitor enorme do Notas Tontas e tooodos os dias cá venho a espreitar e ler tudo em silêncio. o show-off do comentário sincero e sem tretas nem filtros também cansa! Também preciso de descansar do comentário abrupto e tremendista show-offeiro!

Tiago, não era preciso aquilo! Calma! Viva o Notas Tontas!

PALAVROSSAVRVS REX

quintarantino disse...

Não sabes tu que o Gama é um peixe de águas profundas e sabe mais que a mãe Joana?

Vais a ver e o gajo já tem alguma fisgada ... tem, tem ...

Tiago R. Cardoso disse...

António de Almeida,
mas o facto dele eles terem feito um protesto formal, só veio dar mais alarido à questão.
Agora que aquelas são tudo menos inocentes lá isso são.

Manuel Rocha,
agradecido.

Tiago R. Cardoso disse...

Lusitano,
pois para ele é que é só rir, nem precisa de fazer nada, o reino entretem-se a chatear-se a si próprio.

Bluegift,
infelizmente algumas já à 30 anos que não mudam.

Tiago R. Cardoso disse...

Carol,
olha que não, esta é minha e original, qualquer semelhança com outra é pura coincidência, não estás a ver ?

Sniqper,
Concordo, mas é uma mentira que não é só de um dia, é de todos os dias do ano.

Tiago R. Cardoso disse...

Um Momento,
infelizmente é assim, esta comédia continua e não aprece ter fim à vista.

Joshua,
Por quem és ?
Embora alguns já saibam, pelo Benfica, gosto de sofrer.

Se era preciso aquilo tudo ?
Era sim senhor, gosto de por as contas em dia, aliás hoje foi o dia em que tratei de tudo.

Viva o JOSHUASSAVRVS DESAPARECIDVS REX.

Tiago R. Cardoso disse...

Quintarantino,
olha lá, não tens por ai um comentário que não envolva peixe ?

Acho tudo aquilo bastante inocente, ele lá seria capaz de dizer aquilo sem segundas intenções ?

Zé Povinho disse...

O Bokassa foi à lavandaria e o detergente pelos vistos é milagroso.
Abraço do Zé

Pata Negra disse...

Não fiquei espantado, se Gama enfileira o PS de Sócrates é perfeitamente normal que elogie Jardim! Não tem nada na manga, não tem mangas, está de braços à obra para fazer do Pinto o Jardim do país!
Um abraço mais alberto que zé

antonio disse...

O senhor D. João deve recear... com tantos bobos da corte para sustentar, não existe tesouro que resista.

Muito bem no papel de cronista deste reino!

Tiago R. Cardoso disse...

Zé Povinho,
e deixa tudo mais branco.

Pata Negra,
não será que ele quer um lugarzito lá por aqueles lados ?

Tiago R. Cardoso disse...

Antonio,
recear ?

Não, para eele é mais um a esfregar-lhe as botas das caçadas aos pintos.